União de Créditos Imobiliários
Superlinha UCI 0800.647.5577
Quem somos | Onde estamos | Glossário | Fale conosco | Mapa Web | Trabalhe na UCI Brasil


Informação de Interesse Informação de Interesse

Informação de Interesse
1- Qual a diferença entre SFH e SFI?
2- O que é alienação fiduciária?
3- Qual a diferença entre SAC e PRICE?
4- Qual a diferença entre Taxa Nominal e Efetiva?
5- O que compõe a parcela?
6- Amortização Antecipada: como funciona?
7- Na quitação da dívida, como funciona a liberação da garantia?
8- Qual o valor mínimo para a amortização? Depois de realizada, é necessário averbar
     alguma coisa no Registro de Imóveis?
9- Podemos usar o FGTS para realizar as amortizações? E para pagar parte das
    prestações?
10- Existe algum custo extra na operação para liberação do FGTS ?
11- O FGTS pode ser liberado para dois irmãos ou para a composição de renda de pai e       filho na mesma operação?
12- Como declarar no Imposto de Renda - Valor Venal X Valor Real?
13- Como é calculado o ganho de capital na venda de imóveis? Existem isenções?
14- O que é o CET? O que compõe o CET?
   
15- O que é DPS e para que serve?
16- Por que fazer o seguro?
17- O que é o CESH (seguro)?
18- É possível realizar financiamento de imóvel que não possui habite-se?
19- Pode-se financiar imóvel de madeira?
20- Por que não pode ser realizado financiamento de lotes de fração ideal?
21- Pode-se financiar galpão ou depósito em nome da PF?
22- Companhia Provincia realiza financiamento para imóvel que ainda tenha saldo devedor
      de outro financiamento?
23- É possível fazer financiamento quando existe diferença relevante entre valor de       Compra e Venda e avaliação?
24- Se o cliente estiver no Serasa ou SPC, pode fazer um financiamento?
25- A composição de renda pode ser feita entre primos, irmãos, pais e filhos?
26- Como é feito o cálculo da renda?
27- O que pode impedir que o cliente consiga um financiamento?
28- Sites de interesse
 
Informação de Interesse
 1. Qual a diferença entre SFH e SFI?
>> SFH
O Sistema Financeiro de Habitação é uma das alternativas para você comprar um imóvel residencial, novo ou usado, em construção ou concluído.
1. Taxa de juros efetiva máxima de 12% a.a
2. Valor máximo de financiamento R$ 450 mil
3. Valor máximo de avaliação R$ 500 mil
 
>> SFI
O Sistema de Financiamento Imobiliário é uma modalidade de financiamento recentemente criada que contrasta como alternativa ao SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e à Carteira Hipotecária, que, juntamente com a instituição da alienação fiduciária,  deu aos agentes financeiros credores uma maior proteção contra a inadimplência.
 
 2. O que é alienação fiduciária?
A alienação fiduciária de bem imóvel é o negócio jurídico pelo qual o devedor, ou fiduciante, com escopo de garantia, contrata a transferência ao credor, ou fiduciário, da propriedade resolúvel (Lei 9.154/97).
 
No registro imobiliário constará como proprietário fiduciário o credor, e como fiduciante o devedor, ou seja, o fiduciante é o possuidor direto e o fiduciário o possuidor indireto da coisa imóvel.
 
Com o pagamento integral do financiamento, a propriedade fiduciária fica resolvida, ou seja, é extinta, cabendo ao devedor, mediante a apresentação do termo de quitação, transferir o imóvel para o seu nome.
 
Subir ao "menú" Informaçao de Interesse
 3. Qual a diferença entre SAC e PRICE?
>> SAC – Sistema de Amortização Constante
Ao longo do prazo da operação, a cota de amortização é constante, já a parcela referente ao valor dos juros é decrescente.
 
>> TP - Tabela Price
As prestações calculadas neste sistema são constantes, em termos reais, para todos os meses do financiamento.
 
 4. Qual a diferença entre Taxa Nominal e Efetiva?
Nos financiamentos habitacionais a taxa efetiva anual é a capitalização mensal da taxa nominal.
 
 5. O que compõe a parcela?
A parcela é composta por: principal + juros + seguros + taxa administração.
 
 6. Amortização Antecipada: como funciona?
Pode ser utilizada tanto para redução do prazo, quanto da prestação. Não há diferença em relação a qualquer outro agente financeiro.
 
 7. Na quitação da dívida, como funciona a liberação da garantia?
  • Na liquidação da dívida é emitido um termo de liberação da alienação fiduciária.
  • Deve ser levado a registro para averbação na matrícula do imóvel.
Subir ao "menú" Informaçao de Interesse
 8. Qual o valor mínimo para a amortização? Depois de realizada, é necessário averbar alguma coisa no Registro de Imóveis?
  • No mínimo o equivalente a 10% do saldo devedor.
  • Não há necessidade de registrar este evento.
 9. Podemos usar o FGTS para realizar as amortizações? E para pagar parte das prestações?
  • No mínimo o equivalente a 10% do saldo devedor.
  • Não há necessidade de registrar este evento.
 10. Existe algum custo extra na operação para liberação do FGTS?
Não
 
 11. O FGTS pode ser liberado para dois irmãos ou para a composição de renda de pai e filho na mesma operação?
Sim, desde que o trabalhador seja titular ou coobrigado do contrato.
 
 12. Como declarar no Imposto de Renda - Valor Venal X Valor Real?
Nos financiamentos habitacionais o valor do imóvel é constituído do montante de recursos próprios mais as parcelas de prestação pagas anualmente.
 
 13. Como é calculado o ganho de capital na venda de imóveis? Existem isenções?
  • Numa operação de compra e venda de imóvel, o vendedor é obrigado a recolher 15% do lucro a título de imposto sobre o ganho de capital. O vencimento do pagamento ocorre no último dia útil do mês seguinte ao da venda. No site da Receita Federal é possível baixar o programa Ganho de Capital, que calcula o imposto e emite a guia de recolhimento.
  • São isentas:
    • Venda do único imóvel por um valor de até R$ 440 mil, desde que o contribuinte não tenha feito outra venda de imóvel nos últimos cinco anos.
    • Venda de imóvel residencial quando todo o produto da venda é usado na compra de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias.
 14. O que é o CET? O que compõe o CET?
O CET significa Custo Efetivo Total. É calculado considerando-se os fluxos referentes às liberações e aos pagamentos, incluída a taxa de juros a ser pactuada no contrato, tributo (IOF), tarifas, seguros, etc. Quando estas despesas forem objeto do financiamento.
 
Subir ao "menú" Informaçao de Interesse
 15. O que é DPS e para que serve?
A Declaração Pessoal de Saúde é o instrumento através do qual a seguradora acata previamente a proposta de financiamento. Deve ser preenchida de próprio punho, bem como pelo cônjuge ou companheiro caso este participe da renda: há uma para cada seguradora.
 
 16. Por que fazer o seguro?
Porque é uma segurança para o cliente e a para a empresa, no caso de morte ou invalidez, o financiamento fica quitado.
 
 17. O que é o CESH (seguro)?
O CESH é o Custo Efetivo do Seguro Habitacional. É calculado considerando-se os fluxos de pagamento dos prêmios de seguros obrigatórios que são o de Morte e Invalidez e de Danos Físicos.
 
 18. É possível realizar financiamento de imóvel que não possui habite-se?
Não
 
 19. Pode-se financiar imóvel de madeira?
  • Sob consulta.
  • Como regra geral, a parte em madeira não poderá ser externa e deverá representar um percentual menor do que 30% do total da área construída.
 20. Por que não pode ser realizado financiamento de lotes de fração ideal?
Não se faz o financiamento porque ainda fazem parte de um todo, não estão com matrícula individualizada, impossibilitando a efetivação da garantia em alienação fiduciária.
 
 21. Pode-se financiar galpão ou depósito em nome da PF?
Pode-se fazer um novo financiamento ao mesmo imóvel desde que se proceda a quitação do financiamento ainda vigente. É a figura do Interveniente Quitante.
 
 22. A Cia Província realiza financiamento para imóvel que ainda tenha saldo devedor de outro financiamento?
Sob consulta.
 
Subir ao "menú" Informaçao de Interesse
 23. É possível fazer financiamento quando existe diferença relevante entre valor de Compra e Venda e avaliação?
  • Se a diferença for relevante não é possível fazer o financiamento. Diferença aceita fica em torno de 30% é justificável e é o percentual que o mercado trabalha.
  • Exceções serão analisadas caso a caso.
 24. Se o cliente estiver no Serasa ou SPC, pode fazer um financiamento?
  • Pela regra geral, se não for regularizada a pendência, o crédito será negado.
  • Como exceção, dependendo do valor do débito (valores insignificantes), pode-se conceder o financiamento.
 25. A composição de renda pode ser feita entre primos, irmãos, pais e filhos?
  • Normalmente, a composição da renda deve ser feita entre, no máximo, duas pessoas, entretanto, estas duas pessoas não precisam ser casadas ou ter qualquer grau de parentesco.
  • Exceções serão analisadas caso a caso.
 26. Como é feito o cálculo da renda?
A renda é calculada com base no salário bruto, sem descontos e o percentual de comprometimento da parcela do financiamento + compromissos financeiros pode variar de 25% a 35%.
 
 27. O que pode impedir que o cliente consiga um financiamento?
  • Atraso no Bacen
  • Prejuízo no Bacen
  • Renda ou idade inadequada
  • Valor do imóvel
  • Não averbação/Habite-se
  • Doença pré-existente
  • Imóvel em mau estado de conservação ou baixo valor comercial
  • CPF cancelado/irregular
  • Condição de Interdito
  • Restrição em órgão público de consulta cadastral.
  • Rendimento proveniente de pensão alimentícia
  • Registro no SPC e Serasa
 28. Sites de interesse
Subir ao "menú" Informaçao de Interesse